Vincenzo Verzeni- “ o vampiro de bergamo”

Francine Arioza

Vincenzo Verzeni- “ o vampiro de bergamo”

Vincenzo Verzeni
Vincenzo Verzeni

Modus operandi: aproximava de suas vítimas em locais isolados, depois atacáva-las de repente tentando estrangulá-las em seguida procedeu-se atos de mutilação, canibalismo e vampirismo.
Vincenzo Verzeni nasceu em 1849 na cidade de Bottuno, è considerado o primeiro serial killer italiano do qual temos noticias detalhadas.
Vincenzo viveu num ambiente familiar muito dificil: além das dificuldades economicas, seu pai embriago batia nele e em sua mãe, ela era uma mulher passiva e fanàtica. Isso causava muita frustacão porque ele nao podia manter relacões com as pessoas de sua idade. Um dia ele explodiu, tinha muita raiva e raiva dentro dele e começou a matar com apenas 18 anos.

Sua primeira vítima foi Giovanna Motta de 14 anos. A jovem estava indo para Suiso para encontrar alguns parentes quando foi atacada por Vincenzo. A menina infelizmente nunca chegou na cidade e desapareceu misteriosamente. O corpo foi encontrado quatro dias depois com mutilaçoes hediondas. Ela estava completamente nua, com terra na boca e desprovida de órgãos sexuais e visceras. O pescoço tinha muitas mordidas. Verzeni não se contentou com este assassinato mas age novamente, assim que outra oportunidade se apresenta.
A segunda vítima foi Elizabeth Pagnoncelli em 1872. Seu corpo foi encontrado com mordidas e arranhões por toda parte. Em suma um ritual vampirico muito semelhante ao utilizado para matar Motta. Ele tenta sem sucesso matar outras mulheres a beber o sangue delas.
A loucura de Vincenzo Verzeni já tinha começado antes. Em 1867 ele tentou morder a garganta e beber o sangue da prima Marianna enquanto ele estava dormindo mas a menina acordou de sobressalto e ele fugiu. Em 1869 uma outra jovem: Barbara Bravi é agredida por um estranho. Novamente seus gritos foram suficientes para assustar Vincenzo
Sempre em 1869 ele atacou Margherita Esposito e desta vez é identificado com grande precisão. Durante a agreção a menina consegue bater e ferir visivelmente Verzeni. No mesmo ano outra mulher, Angela Previtali foi agredida mas no final Verzeni, movido de compaixão a libera.
O monstro ataca Maria Previtali tentando morder sua garganta em 26 de Agosto de 1871, um dia antes do assassinato de Elizabeth Pagnoncelli.

No dia 10 de abril de 1871 é o momento de Maria Galli que é incomodada por um homem que se identifica como Vincenzo Verzeni.
Prisão:
Vincenzo Verzeni foi preso em 1873 e levado a julgamento imediatamente. Ele foi considerado pelo criminologo Cesare Lambroso um “um sadico sexual, vampiro e devorador de carne humana . ”
Durante o julgamento ele admitiu: “Os arranhões encontrados nas coxas nāo foram produzidos com as unhas mas com os dentes porque eu depois de ter estrangulado a mordi e chupei o sangue que tinha fluído com o qual muito apreciado. ”
Verzeni escapou do fuzilamento e foi condenado à trabalhos forçados por toda a vida mas isso não durou muito.
No dia 13 de abril de 1874 é transferido para o hospital psiquiátrico judicial em Milão onde é submetido a tortura de todos tipo. Aqui o assassino vive em isolamento recebendo banhos quentes e choques elétricos. Seguindo este tratamento brutal o monstro se fecha em total silêncio até 23 de Julho 1874 quando os funcionàrios o encontraram morto em sua cela. Verzeni estava nu apenas com meias e chinelos pendurados na grade.

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

+ trenta = 36